sábado, 26 de setembro de 2009

"PIPOCAS DA VIDA"



"Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho para sempre. Assim acontece com a gente. As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo.

Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira.São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não percebem e acham que seu jeito de ser
é o melhor jeito de ser.

Mas, de repente, vem o fogo. O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: a dor.Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou ficar pobre. Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento cujas causas ignoramos.

Há sempre o recurso do remédio: apagar o fogo! Sem fogo o sofrimento diminui. Com isso, a possibilidade da grande transformação também. Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou: vai morrer.Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si. Não pode imaginar a transformação que está sendo preparada para ela.

A pipoca não imagina aquilo de que ela é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: BUM!E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado.

Bom, mas ainda temos o piruá, que é o milho de pipoca que se recusa a estourar. São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem.

A presunção e o medo são a dura casca do milho que não estoura. No entanto, o destino delas é triste, já que ficarão duras a vida inteira.Não vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Não vão dar alegria para ninguém."




Autoria: Rubem Alves

Imagem:
www.myrecipes.com/.../0,32179,1918697,00.html


8 comentários:

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

Q TEXTO LINDOOOOOOOOO!!ME SENTI "A PIPOCA",KKKKK
ABÇAO LINDA ADELIA E OBRIGADA DE CORAÇÃO PELO SEU CARINHO !!VC É DEMAIS,SEMPRE, ONTEM EU E SERGIO FALAVAMOS DE SUA INTELIGENCIA PROFUNDA E DE SUAS PALAVRAS MARAVILHOSAS SEMPRE, CONHECE DE VERDADE AS DORES DA ALMA...VC É INCRIVEL, SINTO MUITA ALEGRIA POR COMPARTILHAR DE SUA RICA AMIZADE!!MUITA LUZ E AMOR PRA VC!!!

Valdeir Almeida disse...

Quero lhe fazer um convite:

Meu blog está promovendo a blogagem coletiva "Professores do Brasil". Gostaria muito de contar com sua participação.

Se você puder (e torço para que possa), é só ir lá no meu blog.

Desde já lhe agradeço.

Abraços.

Jeanne disse...

perfeita esta metáfora, conheço algumas pessoas assim, ainda bem que são poucas, normalmente o sofrimento modifica e amadurece.
Beijos

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Lane Querida, grata por suas palavras tão carinhosas. Este é meu dom, que me é muito sagrado! Ótimo domingo! Beijos a você e ao Sérgio.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Valdeir, estarei em seu blog. Abraço.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Querida Jeanne, as dores da alma só auxiliam no amadurecimento e crescimento interno, se a pessoa consegue atribuir um significado maior às mesmas. Um domingo maravilhoso! Beijos.

Kika disse...

Adorei o texto... Realmente o Rubem sempre nos traz a reflexão.
Sei q ainda terei mt que sofrer para aprimorar minha alma.
Mas com o tempo vamos aprendendo, e nos fortalecendo, para tornar o sofrimento o menos doloroso possível, e o aprendizado o mais importante dessa fase de Fogo.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Rubem Alves é de uma sabedoria ímpar. Kika, ao observarmos o caminho de outras pessoas, também aprendemos muito. isto, nos faz abreviar o nosso sofrer. Beijos.