segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Postura Ereta --- A Maneira Correta De Ver O Mundo




Você já parou para observar suas próprias posturas e das pessoas ao seu redor?
Como está a sua coluna? Inclinada para frente ou para trás?

Geralmente, nossa coluna oscila entre uma postura de submissão e arrogância.

Ou estamos com a cabeça baixa, olhando para os pés das pessoas,
com o peito fechado, defensivos,
ou estamos com o nariz empinado, a coluna inclinada para trás, olhando as pessoas
de cima para baixo, com desprezo.

Em realidade, ambas as posturas são patológicas, dois lados da mesma moeda.

Não se enganem que o arrogante esconde um sentimento de inferioridade - e vice-versa. Não é por outro motivo que ele despreza os outros, para se proteger, pois,
em última instância, se considera inferior.

Também o submisso mascara sua soberba atrás de uma fala mansa.
Não se confunda humildade com fraqueza ou submissão ou baixa auto-estima.

Devemos buscar um equilíbrio entre esses extremos.
Nem tanto para frente, nem tanto para trás.

O tronco e a cabeça devem tocar os céus e nossas pernas devem se enraizar firmemente no chão, cedendo a ele todo nosso peso.

Olhar as pessoas nos olhos com carinho e respeito.

Dignidade é a capacidade de nos mantermos dinamicamente nesse equilíbrio:
nem nos fixarmos em uma postura nem em outra.

Permitir que o corpo transite entre elas, ora para frente, ora para trás ora se inclinando em sinal de humildade, ora enfrentando os desafios com coragem e determinação.

Há, portanto, a negação de qualquer radicalismo rígido e discriminatório.

A dignidade reside na busca do caminho do meio.




Autoria: *Alexandre Perlingeiro (20/02/2009)
http://www.maisde50.com.br/impressao.asp?conteudo_id=7052

Imagem:
www.abril.com.br/noticias/comportamento/endir...



*Alexandre Perlingeiro é mestre em Dakshina Tantra Yoga


4 comentários:

Jaime Piedade Valente disse...

Por vezes a verdade e a virtude podem estar num dos extremos, ou lá perto.

Prof. Sergio Ricardo disse...

Vivendo e aprendendo. Tenho que me cuidar nesse aspecto também. Abraço Adélia

Norma Villares disse...

Adélia amiga do peito e coração,

É viver desenvolvendo o EU OBSERVADOR.
Cuidando de todos aspectos da vida pessoal.
É curativo!
é prazeroso!
Beijos no coração

Denise disse...

Caminho do meio, o equilíbrio onde estão contidos os extremos cujas vertentes convivem consigo. Lindo texto.

Bjos