sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Os Ensinamentos Graduais do Sofrimento



- Flor de Lotus -


"Quando o sofrimento surge sentimos pânico e medo. Apavorados queremos esconder-nos. Queremos galgar até um ponto elevado, para escapar à desagregação dessa maré ácida. No entanto, o estranho é que quanto mais resistimos, por mais tempo ela permanece. Quanto mais intensamente nos empenhamos em sair do território da dor, mais firmemente ficamos ali fixados. Quando se está sofrendo, é difícil ser delicado consigo mesmo.

A delicadeza ajuda-nos a parar de resistir à dor que nos está visitando. Quando paramos de resistir ao sofrimento, algo mais começa a acontecer. Começamos lentamente a permitir que o sofrimento siga sua propria lógica.

A suposição é de que o sofrimento não nos visita gratuitamente. No sofrimento existe uma luz oculta obscurecida. O destino tem uma perspectiva sobre nós e nossa trilha que nunca conseguimos entrever totalmente. Somente o destino sabe porque o sofrimento surge.

O sofrimento tem seu próprio raciocínio. Ele que nos ensinar algo.

Quando cessamos de resistir à sua obra sombria, ficamos suscetíveis de saber o que ele desja revelar-nos. Com frequência, aprendemos mais profundamente e recebemos mais intensamente da negra e desolada maré de dor.

Verificamos frequentemente, na Natureza, como a poda fortalece. Depois de serem podadas as árvores frutíferas parecem muito feridas, porém a limitação produzida pelo corte obriga a árvore a se expandir e florescer. (...) Wordsworth afirma que 'o sofrimento (...) compartilha a natureza do infinito'.

É triste admitir que, com frequência, só o sofrimento pode ensinar-nos determinadas coisas. Existe uma beleza sutil no rosto daqueles que sofreram. A luz que o sofrimento deixa é preciosa.

(...) A maneira como encaramos a dor é absolutamente vital para sua integração e transfiguração.
Quando começamos a perceber como ela pode ser criativa no mundo oculto, isso pode ajudar a esclarecer a percepção do objetivo e significado. Gradativamente, a nossa percepção do seu significado mais profundo começa a revelar a dignidade encoberta do sofrimento.




Autoria: John O'Donohue
Livro: Ecos Eternos

Imagem: by superficiedaalma
http://media.photobucket.com/image/flor%20de%20lotus/superficiedaalma/DSC02021.jpg



9 comentários:

Maria José disse...

Adélia. Estava precisando ler algo deste tipo. Foi perfeito para mim. Concordo, por experiência própria, com o teor deste texto.
As mensagens positivas, as belas poesias, os textos de elevação espiritual, enviados ou recebidos, fazem bem a todos, pois irradiam luz, calor e muita vida! Aqui encontramos este tipo de ressonância. Bom final de semana. Beijos.

ONG ALERTA disse...

A vida ensina que o sofrimento vem para podermos ter crescimento, paz.

Anônimo disse...

Que imagem linda, preciosa mesmo!
O texto também, tantas são as revelações que a dor nos traz...
beijocas,
Tereza

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

ONG, ele nos traz um novo prisma de vida, se compreendermos o significado que contem. Abraço.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Tereza, você empregou muito bem o termo: "revelações" que a dor nos traz. Ela revela e nos revela... Um processo profundo que toca as profundezas do ser. Beijos.

Jeanne disse...

Alguém falou que o que não se aprende através do amor, se aprende através da dor.
Depois que ela chega, é lição para a eternidade, sempre sobra um novo modo de ser...
Beijos

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Jeanne, esta é uma realidade. O significado apreendido através da dor, fica impregnado no ser e vale por toda uma vida, ou mais vidas... Beijos.

Denise disse...

O sofrimento tem sua função, como tudo na vida. Porém, transformá-lo em benefício depende de quais lentes estamos usando para ver o mundo, as pessoas e a nós mesmos...

Boa semana, Adelia!
Grata pela visita.
Bjo

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Denise, por isto manter estas lentes o mais cristalinas possível, nos aproxima cada vez mais do real significado de tudo. Uma ótima semana! Beijos.