segunda-feira, 2 de novembro de 2009

À ESCUTA DO MESTRE INTERIOR


- Jean-Yves Leloup -


"Não há outro Mestre além da Vida, da Vida com letra Grande,
mas essa Vida, Una, Inefável e Incriada pode,
em consequência da sua bondade e em nosso nome,
manifestar-se de formas que sejam para nós acessíveis:
mestres exteriores e visíveis de que nos falam todas as grandes tradições espirituais da humanidade, e também mestres invisíveis, anjos, espíritos, arquétipos que nos iluminam e nos guiam do nosso interior - intermediários discretos e sagrados do «Claro Silêncio».


Tanto os mestres visíveis, como os invisíveis têm por função despertar em nós o «Mestre Interior», essa qualidade de Escuta e de Atenção que nos mantém incessantemente em contato e no movimento em direção ao «Único Mestre»."


Autoria: (*) Jean-Yves Leloup

Imagem: Internet




(*) Jean Yves Leloup : Doutor em Psicologia, Filosofia e Teologia é conferecista reconhecido
internacionalmente, presidente da Universidade Holística Internacional de Paris,
membro da Organização das Tradições Unidas, ensina na Europa e Estados Unidos,
e é orientador do Colégio Internacional de Terapeutas-CIT.

15 comentários:

Jorge disse...

Lia, meu Anjo,

Muito bom este texto.
Você já leu "O apocalipse interior" (acho que é este o título) dele mesmo? Um livro muito bom!!!

Beijo,

Jorge

Psiquismo Desmistificado disse...

Olá minha querida
Sem dúvida, precisamos da ajuda e inspiração de nossos mestres, ajudando-nos no caminho da evolução e aprendizagem.
Abraços fraternais

Antonio Caldas Coni Neto disse...

Eu gosto muito dos textos de Jean. Ele tem uma visão além...
Beijos,

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Jorge Querido, ainda não li tal livro. Grata pela indicação! Beijos.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Psiq. Desmistificado, um abraço afetuoso.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Antonio, ele tem sim uma visão que transcende e muito. Beijos.

Patricia Cristina disse...

Ótima postagem!
Passei p/ lhe desejar uma ótima semana.
Abraços Fraternos

Patricia Cristina

Unknown man disse...

Adélia, olá!!!

Buscamos o Mestre no exterior e esquecemos que o verdadeiro Mestre está em nós. Porque será?
Será que é por ser mais fácil buscar no mundo?

Beijo, minha amiga!!!

Uman

Maria José disse...

Adélia. Sempre a minha querida amiga Adélia. Tudo aqui é perfeito. Este blog me encanta, me fascina. E este lindo sorriso!!! Amiga, que possamos continuar neste caminho de iluminação interior, aplicando em nossas vidas diárias, o que lemos, ouvimos e achamos extraordinário. Você sempre está de parabéns. Beijos e uma semana feliz.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Ótima semana para você também, Patrícia! Beijos.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Uman, na cultura ocidental, estimula-se muito o externo, em detrimento do interno. Esta é uma das grandes razões do Mestre ser buscado fora de cada um. Há um deslocamento da força e do poder fora do próprio ser. Isto causa fragilidade interna e dependência de tudo que venha do externo. Beijo.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Maria José Querida, a cada passo de nossas vidas com objetivos dignos, nos impulsiona no caminho de nossa essência e dos demais, como consequência. Minha doce amiga, suas apreciações sempre trazem um toque de ternura encantadora. Meu coração feliz agradece. Uma linda semana para você! Beijos.

Anônimo disse...

Busquemos cada vez mais o Mestre interior, que está sempre lá a nos acolher....
Um beijo
Tereza

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Tereza, desde que permitamos, estaremos muito bem encaminhados por este nosso Mestre. Beijo.

Norma Villares disse...

Estamos distraídos com as peripécias do mestre exterior, e esquecemos de alimentar o mestre interior.
Talvez seja a maior crise que o ser humano pode realizar. A crise de abstinência das estultices do mestre exterior.
Maravilhoso ler Jean Yves Leloup, iniciador do Colégio Internacional de Terapeutas, onde se estuda a filosofia, psicologia e sabedoria perene.
Um discípulo de Philon de Alexandria.
Muito obrigada pela sua escolha.
Paz Profunda!
Um grande abraço