terça-feira, 25 de agosto de 2009

PSICOMETRIA --- Sentindo Ambientes...



Relembrando:

Psicometria é a habilidade psíquica em "ler" impressões, recordações através de objetos, ambientes, fotografias, etc. Estes recursos servem de intercâmbio entre
o sensitivo e a pessoa que faz ou fez parte dos mesmos.
Mas, além de humanos pode envolver os reinos: animal, vegetal e mineral.



Poderia ilustrar, utilizando-me de uma de minhas vivências com o "sentir" ambientes.

Certa vez, estava eu buscando imóvel para locação.
Em cada um que eu visitava sentia teores diferentes de energia. Pelas manifestações em meu organismo, sabia quando era harmônica comigo ou não, pelo grau de conforto ou desconforto sentidos.

Um dos imóveis, era um sobrado pequeno.
Ao entrar, visitei a parte térrea que me foi neutra.
Subi uma escada em leque que me levou à parte superior do mesmo.
Percorri um estreito corredor, entrei em um dos cômodos, onde a energia continuava neutra.
Passei a seguir a outro cômodo. Mal entrei, comecei a sentir um desconforto que foi aumentando à medida em que eu caminhava dentro do mesmo. Comecei a sentir enjôo e queda de pressão, além de perda de equilíbrio ao caminhar. Saí do mesmo e entrei novamente no outro, mas não sentia este desconforto. Voltei a ele e o desconforto aumentou. Este foi um modo de confirmar que minha sensação advinha daquele cômodo específico.

Parei um pouco no mesmo, tentando decifrar a que situações este teor estava ligado.
E me veio mentalmente: situações de viciação (droga/sexo).
Era energia muito densa.

Saí de lá e fiquei de verificar sobre os locatários anteriores do local.

Sempre procuro esclarecer e confirmar as sensações que tenho.

Ao pesquisar, pude confirmar que a parte térrea era neutra pois era utilizada para um comércio. A parte superior era ocupada para mercadorias no cômodo neutro e o outro cômodo era vazio. Porém, este era utilizado pelo filho do locatário quando o comércio era fechado para fazer uso de drogas e orgias sexuais. Quando o pai flagrou um destes eventos, muito chocado, desfez-se do imóvel e encarregou-se de procurar tratamento para seu filho.

Esta situação evidencia muito bem, como o ambiente registra em si, a carga energética dos que nele habitam, ou frequentam.




Autoria: Adelia Ester Maame Zimeo

Imagem:
petragaleria.wordpress.com/2007/11/page/2/

6 comentários:

Jeanne disse...

Adélia, ainda bem que tens os conhecimentos e as ferramentas para conviver com estas sensações, porque se acontecem com alguma pessoa que ignora os fenômenos, deve ser muito difícil de conviver.
Leio sempre nos livros espiritas, que os objetos e até as cidades têm uma psicosfera característica.
Tem o livro Diversidade dos Carismas onde o autor relata um caso em que a médium usou uma roupa de uma pessoa desencarnada e passou a sentir todos os sintomas da doença que a levou ao desencarne.
Este assunto mesmo sendo pouco conhecido é muito sério e deveria ser mais divulgado.
Beijos

Maria José disse...

Adélia,
Estou estudando a Doutrina Espírita, já em fase final, desde que perdi minha filha. Estou amando estes assuntos relacionados à vida espiritual. Em 3 anos e meio já li mais de 400 livros, alguns de estudo, alguns romances, mas todos relacionados à vida após a vida. Assim, sinto-me mais próxima de minha Marcela. Este semestre vou começar a visitar grupos mediúnicos. Estou ansiosa, pois, embora ainda não tenha definido a minha mediunidade, quero ajudar os desencarnados em sofrimento. Quem sabe, um dia, terei este tipo de sensibilidade que você comentou sobre o cômodo. Beijos, amiga e fique com Deus.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Jeanne, muito bem lembrado o livro de Hermínio Miranda. Foi um dos meus primeiros livros, para que eu começasse a compreender sobre o fenômeno mediúnico. Recomendo a leitura, pois é bastante completa. Ele é um dos escritores espíritas que mais me agrada. Recordo-me bem deste exemplo citado no livro. Concordo quanto à divulgação de tal assunto. Tentarei aqui no blog, dar continuidade nestes temas, com o intuito de esclarecer e desmistificar alguns pontos. Beijos.

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Maria José, parabéns por todo seu empenho em seus estudos e proposta de trabalho. Você está conseguindo canalizar sua energia e seu potencial de maneira muito bonita. Leituras são uma fonte de conhecimento valiosa para Vida. Quanto mais compreender o mundo visível e o "invisível" mais próxima de si própria, você estará, além de sua amada filha. Ao ficar cada vez mais esclarecida, seu teor energético, irá se modificando e isto será de um benefício imenso para sua saúde física, mental e espiritual. Continue seguindo em frente! Beijos.

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

ai Adélia estou mesmo fascinada,vc tem q divulgar mais esse assunto vc e a Jeanne juntas...iriam ajudar muitas pessoas...parabéns, mas afinal, vc alugou o imóvel?

Adelia Ester Maame Zimeo disse...

Grata pelo comentário, Lane! Não aluguei aquele imóvel, pois não era harmônico, inclusive espacialmente, no sentido que eu desejava para minha Clínica. Beijinhos.