quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Auto-Estima --- Pessoas Tóxicas Fazem Mal À Saúde


Se depois de estar com certas pessoas, você se sente sem energia e desgastado(a), cuidado. Pessoas tóxicas não apoiam seus planos de vida e não se importam com que o faz feliz. Sugam energia e atacam sua autoestima. O melhor a fazer é se afastar desses tipos.
Jael Coaracy
Examine sua vida
 
Pode ser que você esteja cercado(a) de pessoas  que que constantemente  criticam seu modo de agir, o sufoquem com suas carências e necessidades, critiquem seus pontos de vista , aproveitando qualquer oportunidade para atacar sua autoestima. 
 
Essas pessoas têm a mira apontada para a sua vulnerabilidade. Podem agir sutilmente,  disfarçando suas estratégias de ataque.  Ou, se colocam ostensivamente,  agredindo  o outro com palavras e atos.
 
 
O confronto necessário
 
O medo pode impedir que você se confronte com pessoas tóxicas, quando essas fazem parte da sua família, ou participam diretamente da sua vida. 
 
Quem sente necessidade imensa de aprovação e aceitação das outras pessoas também pode ficar prisioneiro de pessoas tóxicas, por não conseguir cortar  vínculos, mesmo quando esses  fazem mal a si mesmo.
 
 
Reconhecendo pessoas tóxicas
 
Em geral, são indivíduos que fazem com que você se sinta  errado(a) , despertando sentimentos de culpa  e fazendo com que seus desejos e decisões pareçam falhos e inadequados.
 
Identificando pessoas tóxicas. Vamos ver, a seguir, algumas características que ajudam a identificar pessoas tóxicas:
 
- Gosto pela intriga
 
Esse tipo não gosta de ver as pessoas a sua volta se dando bem entre si.
 
Sua necessidade doentia de ser o centro das atenções, faz com que lance mão da fofoca e da mentira  para causar constrangimentos  ao outro. Não suporta  ver a harmonia entre os que estão a sua volta. Por isso, se tornam perigosas e podem  caluniar a difamar sem a menor culpa.
 
-  Exigentes e cobradores
 
São pessoas que não aceitam a idéia de que cada um tem direito a escolher como quer viver sua vida. Quando estão na posição de autoridade, perseguem  os que não pensam como elas.
 
Punem  o outro emocionalmente quando não são atendidos em suas exigências e cobram  o tempo todo.  A convivência com esse tipo  faz com que você se sinta eternamente culpado e em dívida.
 
 
- Carentes
 
Essas pessoas acham que você tem que atender suas necessidades infindáveis de amor e de atenção. Estão sempre em busca de conselhos, apoio, informação, ou o que quer que  os fará sentir melhor naquele momento.
 
São sugadores de atenção e  só se interessam em falar sobre si mesmos. Costumam alugar os ouvidos e falar ininterruptamente, despejando em você seu lixo emocional. Esse tipo costuma se colocar como coitadinho. 
 
O carente sugador é um dos tipos mais exaustivos de pessoas tóxicas.
 
 
- O acusador
 
Essas pessoas  culpam os outros por seus fracassos.
 
Nunca se responsabilizam pelo que lhes acontece. Ao contrário, estão sempre acusando e apontando o dedo para o que você fez e não devia ter feito. Ou, ao contrário, acusando-o do que você não fez e deveria ter feito.
 
 
- O egocêntrico
 
Esse tipo de pessoa  costuma ter carisma e fazer sucesso socialmente. Na intimidade, só se preocupa com seu bem estar. 
Quando algo o contraria, ou não atende aos seus desejos, reage agressivamente.  O egocêntrico acha que o mundo deve funcionar para atendê-lo. 
 
 
- O crítico feroz
 
Esse tipo se acha superior e dono da verdade.
 
São pessoas prontas para fazer com que você se sinta culpado por tudo o que não corre exatamente como o previsto. 
 
Estão constantemente apontando suas falhas, e zombam da suas dificuldades sem se importar com seus sentimentos.
 
Costumam ser desgastantes e usam a conversação como um rinque de luta  com o objetivo de derrubar você a  fim de se sentirem vitoriosas.
 
 
Estabelecer e manter relacionamentos  saudáveis  é uma construção que demanda investimento de energia. Dar e receber é um dos princípios fundamentais das relações gratificantes. 
 
Portanto, escolha suas companhia cuidadosamente.  E lembre-se que os relacionamentos que mantém com outros, refletem o seu relacionamento com você.




Fonte:
http://www.vaidarcerto.com.br/site/artigo.php?id=830&/desenvolvimento-pessoal/auto-estima/autoestima--pessoas-toxicas-fazem-mal-a-saude





5 comentários:

Anônimo disse...

Oi Adélia, desculpas, é que estive ruim mesmo, foi algumas coisas, como falou, acredito que a história ainda está mal elaborada na minha cabeça, mas tenho muita vontade e quero muito que tudo isso passe, acredite! Acho que fiquei muito fragilizada com minha filha e dessa vez procurei o procurei para ajuda-la, pois está muito pesado, falo também finaceiramente, ele nada fez, pelo contrário, só soube me xingar, denegrir minha família, falar mentiras, enfim, foi tudo muito difícil e olha ele é candidadto a vereador aqui, a sua esposa por sua vez continua lá no trabalhando 'ciscando", falando mald e mim, procura saber se falo dela, faz tudo pra que eu pareça uma pessoa ruim, mas eu do somente silêncio pra ela, sequer falo no seu nome, enfim cai... Mas levantei, estou em pé, pronta pra vencer essa batalha, está difícil, sim está, mas vou seguindo, muita injustiça sabe... As vezes acho que o certo é ele...pois sempre está bem, vivendo sua vida, feliz e liberto de tudo seu passado...É assim que sinto...Walquíria.

Malu disse...

Concordo que pessoas que nos fazem mal devem ser mantidas a distância!!! Tenho praticado esta conduta já faz um tempo.
Grande abraço!!!

Elaine Pozzuto disse...

Bom dia querida, adorei esse seu post, perfeito!!! Compartilhei, bjo!!!

Lucyleide disse...

Querida Adélia: Se prestarmos atenção, perceberemos que realmente vivemos cercados de pessoas que nos causam mal estar, por estarem constantemente caminhando contra nossa natureza, ainda que não lhes façamos nada de mal, ao menos de maneira consciente.
É preciso, portanto, que estejamos sempre atentos, buscando compreender-lhes amorosamente, aceitando suas limitações e falhas – da mesma forma como temos as nossas próprias – pois só assim estaremos prontos para nos desvencilhar de suas energias tóxicas e afastá-las pacífica e pacientemente de nosso convívio.
Obrigada por mais essa rica contribuição!
Beijos com saudades.

Anônimo disse...

eu fui criado num nicho de pessoas tóxicas, eu não sabia como classifica-las, o problema é que eu me tornei uma pessoa tóxica, um auto-vitimante, eu queria saber como deixar de ser assim alguma dica.